Número total de visualizações de página

sexta-feira, 3 de julho de 2015

Assista ESPETACULAR vídeo da NASA que mostra erupção gigante no sol

explosao solar
O sol estava muito inquieto no final de junho. A partir da terceira semana do mês, ele entrou em erupção com inúmeras explosões e nuvens gigantes de material solar foram arremessadas sem dó nem piedade para fora da gigante bola de fogo.

Ejeções de massa coronal

Essas ejeções de massa coronal foram disparadas em direção à Terra. O resultado disso: uma forte tempestade geomagnética levou o céu a inflamar em espetaculares shows de luzes, muito mais ao sul do que o habitual.
O Solar Dynamics Observatory (Observatório da Dinâmica Solar, em tradução livre), da NASA, capturou toda a ação, incluindo uma erupção gigantesca em 18 de junho que fica arqueada bem para cima da superfície e, em seguida, se perde no espaço.
Você pode ver o arco gigante de plasma incandescente nesse vídeo:
Vários planetas do tamanho da Terra caberiam dentro desse arco!

E agora?

Agora você pode dormir em paz. Neste momento, o sol está relativamente calmo e a previsão é que continue assim durante vários dias.
Fonte: hypescience

A princesa e o sapo: estudo explica o que está por trás de relacionamentos que parecem “desiguais”

leis da atracao
“Orgulho e Preconceito” é uma das minhas histórias favoritas, escrita por uma de minhas autoras preferidas. Tirando toda a parte de ser uma família de mulheres muito distintas entre si, com duas das irmãs sendo extremamente fortes e determinadas, o romance de Elizabeth Bennet e Fitzwilliam Darcy (Mr. Darcy para nós, fãs alucinadas) é todo cheio de idas e vindas e totalmente apaixonante.
Mas o que nos interessa aqui é que a relação deles começou mau, com uma boa quantidade de, bem, orgulho e preconceito mútuos. Alto, bonito e podre de rico, a princípio Mr. Darcy desdenha de Lizzie. “Ela é tolerável, mas não bonita o suficiente para tentar a mim”. Além de notar “mais de uma imperfeição na sua simetria”, ele ainda reclama do status social da família dela, que considera muito inferior ao seu. É, eu sei, muito charmoso, mas eu juro que melhora (quem não quiser ler a obra de Jane Austen, pode ver a adaptação de 2005, com Keira Knightley e Matthew Macfadyen).
O ponto é que suas reações iniciais fazem perfeito sentido para os psicólogos evolucionistas, porque essas preferências podem melhorar as chances de transmissão de genes. Beleza e simetria física são marcadores de saúde e aptidão genética em um parceiro; status e riqueza tornam mais provável que as crianças vão sobreviver até a idade adulta.

Pessoas procuram seus iguais?

Parece lógico para as pessoas que estão no alto dessa escala de relacionamentos procurarem parceiros semelhantes. Há alguma evidência científica de que é isso que acontece, mesmo. Observando solteiros em sites de namoro online e encontros feitos para encontrar um parceiro, os pesquisadores descobriram que as pessoas tendem a acabar com aqueles que são parecidas com elas em termos físicos e sociais.
Esse padrão também ocorre em pessoas casadas: aquelas que são atraentes, bem-educadas e que ganham salários altos tendem a se casar com pessoas como elas. Na verdade, os economistas dizem que esta tendência crescente de “acasalamento seletivo” é uma das principais causas da desigualdade de renda, porque uma casa com dois altos salários faz muito mais dinheiro do que uma família com dois salários baixos (ou com apenas um assalariado).
Mas o quão superficiais as pessoas são na avaliação do valor de parceiros em potencial? Para tentar descobrir isso, psicólogos da Universidade do Texas em Austin, nos Estados Unidos, pediram que os estudantes avaliassem o apelo romântico de seus colegas do sexo oposto.
No início do semestre, os alunos praticamente concordaram em quem na sua classe era mais desejável. Mas quando foram convidados a responder isso novamente, três meses mais tarde, depois de passar um semestre juntos em uma turma pequena, suas opiniões variaram muito sobre quem era bonito e quem não era.
“As percepções de valor de parceiros mudavam conforme eles passam mais tempo juntos”, diz Lucy Hunt, uma estudante da pós-graduação que participou do estudo. Ela explica que tanto uma pessoa pode se tornar mais atraente para outra conforme o tempo passa, quanto alguém pode parecer mais feio para o outro nesse mesmo período.

Tempo é o melhor remédio

Essas mudanças de atitudes, observou Eastwick, devem significar que há menos perdedores no jogo do amor, porque todo mundo não está disputando a mesma pessoa. “À medida que o consenso sobre quem é atraente diminui, a concorrência deverá diminuir, porque a pessoa que eu acho que é especialmente desejável pode não ser a pessoa que você acha que é especialmente desejável”, disse ele.
Para testar este efeito, os pesquisadores do Texas se uniram a Eli Finkel, professor de psicologia na Universidade de Northwestern, também nos EUA, em um estudo de casais que foi publicado em julho na revista “Psychological Science”. Alguns dos casais estavam casados ​​há cinco décadas; outros estavam namorando há apenas alguns meses. Depois de serem filmados falando sobre seus relacionamentos, todos foram classificados por atração física por um grupo de juízes que viram cada parceiro separadamente.
Quando as notas dos parceiros foram comparadas, havia um claro padrão baseado em quanto tempo as pessoas tinham se conhecido antes de terem começado a namorar. Se eles tinham começado a sair um mês antes da experiência, tendiam a ser igualmente atraentes fisicamente. Mas se as pessoas já se conheciam por um longo tempo ou se tinham sido amigos antes de namorar, então era mais suscetível que alguém muito bonito acabasse com alguém não tão bonito assim.

À terceira vista

Esta mudança gradual nos sentimentos parece ocorrer com bastante frequência, conforme conta a antropóloga Helen Fisher, do Instituto Kinsey, que trabalha com o site de relacionamentos Match.com em sua pesquisa anual de uma amostra representativa de adultos solteiros nos EUA. Na pesquisa de 2012, 33% dos homens e 43% das mulheres responderam “sim” quando questionados se já haviam se apaixonado por alguém que inicialmente não achavam atraente. Fisher chama este processo “amor lento”, e diz que ele está se tornando mais comum à medida que as pessoas levam mais tempo para se casar.
Para ela, aplicativos como Tinder, baseados apenas na aparência, não significam muita coisa. “Esse é apenas o começo do processo. Uma vez que você encontrar alguém e o conhece, o seu valor como companheiro vai mudando”.
As principais razões apontadas pelos entrevistados para que essas mudanças aconteçam foram “ótimas conversas”, “interesses comuns” e “passar a apreciar o senso de humor dele ou dela”.
E é aí que voltamos para “Orgulho e Preconceito”. Enquanto conversa com Elizabeth e vê como é ela é sagaz e divertida, Mr. Darcy começa a vê-la de maneira diferente. Eventualmente, ele afirma que ela é “uma das mulheres mais bonitas” que conhece. Vou parar por aqui para não estragar a história, mas esse é apenas um dos exemplos em que a lei da atração não está com nada.
Fonte: hypescience

Prepare-se. Nas próximas semanas andar de transportes não vai ser fácil

Os trabalhadores estão contra as privatizações dos transportes e a subconcessão de empresas.

Trabalhadores de várias empresas públicas do setor dos transportes vão estar em greve nas próximas duas semanas. Os protestos têm como objetivo mostrar o desagrado em relação às privatizações e à subconcessões, avança o Diário Económico.

A partir da próxima segunda-feira, dia 6, começa a greve que só termina a 16. Para esse dia está agendada uma vigília de dirigentes sindicais do setor ferroviário nas estações de Lisboa. Estas ações surgem numa altura em que o Governo está a acelerar os processos de privatização dos transportes públicos.
Recorde-se que a 26 de fevereiro, o Executivo aprovou a subconcessão da Carris e Metro de Lisboa. Além disso, em cima da mesa estão as privatizações da TAP, da CP Carga e da EMEF – Empresa de Manutenção de Equipamento Ferroviário.
Também a concessão da Metro do Porto e da Sociedade de Transportes Coletivos do Porto (STCP) está prestes a chegar a mãos espanholas.
Conheça as paralisações agendadas:
Dia 6: Vigília de dirigentes sindicais do setor ferroviário nas estações de Lisboa (durante a manhã).
Dia 7: Reunião de organizações de trabalhadores que representam os trabalhadores (acontece às 10h00).
Dia 8: Vigília de dirigentes sindicais nas estações do Porto S. Bento e Lisboa, também em Entrecampos (durante a manhã). Greve na EMEF do Entroncamento (duas horas na parte da manhã).
Dia 10: Vigília de dirigentes sindicais na estação Lisboa Santa Apolónia (durante a manhã). Greve na EMEF do Entroncamento (duas horas de manhã).
Dia 13: Plenário dos trabalhadores da Exploração do Metropolitano de Lisboa. Greve na EMEF do Entroncamento (duas horas de tarde).
Dia 14: Plenário dos trabalhadores Oficinais do Metropolitano de Lisboa.
Dia 15: Greve dos trabalhadores da Carris (dura 24 horas). Greve na EMEF do Entroncamento (duas horas durante a tarde). Greve nos Serviços Portugueses de Handling (SPdh) que opera no aeroporto, sobretudo nas áreas de check-in e bagagem (das 15h00 às 18h00).
Dia 16: Greve na CP/Carga (com duração de 24 horas). Concentração de trabalhadores e reformados ferroviários, em frente à sede da CP (10h30).
Fonte: NM

Está à procura de emprego? A Austrália está a recrutar

Há 191 profissões disponíveis. Para se candidatar preencha o formulário no site do departamento australiano de imigração. Mas há mais passos a seguir.

Se está a pensar emigrar há um programa ideal para si. A Austrália está a oferecer uma experiência internacional, com bons salários e qualidade de vida, avança o Diário Económico.

O governo australiano garante todos os direitos ao trabalhador. Há 191 áreas a precisar de trabalhadores. Na lista skilled occupation pode ver quais as profissões a que se pode candidatar. Mas atenção, tem de preencher certos requisitos.
Tem de ter menos de 50 anos, ser um profissional nas áreas procuradas, ter a profissão reconhecida na Austrália pelo órgão certificador, e possuir um nível avançado de inglês.
Caso tenha encontrado o seu emprego ideal, tem te dar entrada ao processo Expression of interest junto do Departamento de Imigração. No sistema será alocado consoante a prioridade baseada em um número de pontos, que são usados para determinar os profissionais que melhor se encaixam nestes empregos.
Para candidatar-se, vá até ao site do departamento australiano de imigração e preencha o formulário.
Fonte: NM

"Para Cavaco, Grécia é uma folha de couve que um burro comeu"

O Presidente da República, Cavaco Silva, está a ser bastante criticado pelos partidos à esquerda pela forma como comentou a possível saída da Grécia da zona euro.

As palavras proferidas pelo Presidente da República, Cavaco Silva, na passada segunda-feira, geraram uma enorme controvérsia. “A zona euro são 19 países, espero que a Grécia não saia, mas se sair ficam 18 países”, disse.


As reações não demoraram, destaca hoje o semanário SOL, com os partidos à esquerda a não pouparem críticas ao chefe de Estado.
De Belém, nada há a acrescentar quanto à eventual saída da Grécia da zona euro. Esta foi a forma de Cavaco desdramatizar o assunto e tranquilizar os portugueses quanto à moeda única e eventuais efeitos negativos na economia nacional.
Não é isso que pensa o PCP e o Bloco que consideraram que a declaração de Cavaco menospreza o povo grego. “É uma manifestação clara de pesporrência, da arrogância do Presidente da República. Para ele [a Grécia] é uma folha de couve e veio um burro e comeu-a”, comenta Jerónimo de Sousa, líder comunista.
No mesmo sentido, a coordenadora do Bloco de Esquerda, Catarina Martins, acusa o Presidente da República de ter sido o único chefe de Estado a falar de uma possível saída da Grécia da Zona Euro.
“Isto é de uma irresponsabilidade e de uma leviandade que não pode ficar sem resposta”,desta a bloquista, lembrando que caso tal aconteça, Portugal passa a estar “na linha da frente do ataque dos especuladores”.
Fonte: NM

Nem as celebridades escapam a corpos imperfeitos

São fotografias que mostram os 'defeitos' das celebridades.

Manter a boa forma física não é tarefa fácil. É preciso fazer exercício físico regularmente e ter uma alimentação equilibrada.
A genética, obviamente também ajuda. No entanto para as mulheres em geral não é novidade as grandes dificuldades na busca do corpo ideal.
A terrível celulite, as barrigas mais enrugadas ou inchadas e as pernas mais grossas. Muitos destes fatores são já familiares a muitas mulheres. Até para as celebridades.
Veja algumas figuras públicas, que quando apanhadas com menos roupa provam que a perfeição não está ao alcance de todos. Nem dos famosos.
Fonte: NM

"Em 2016 vamos assistir a uma guerra civil por causa do IRS"

O bastonário da Ordem dos Técnicos Oficiais de Contas (OTOC) não está satisfeito com a forma de agir do Estado.

Domingues de Azevedo, bastonário da OTOC, faz acusações ao Governo pela forma como gere os impostos, ao dar com uma mão para tirar com outra.

Quando confrontado com a questão do combate à fraude e à evasão fiscal, o bastonário garante que “não tem havido tanto combate como tem sido divulgado”, garantindo que o Executivo tem necessidade “de mostrar trabalho feito”, o que faz com que estejamos “a ouvir uma série de barbaridades”.
Por outro lado, Domingues de Azevedo revela, em entrevista ao jornal i, que não é justo uma pessoa ver uma casa penhorada por dever 1.800 euros ao Estado. “Se o Estado não pagar 1.800 euros está impávido, sereno e nada acontece, mas se devemos 1.800 euros, ele [Estado] vai buscar a casa”, explica. Neste sentido defende uma máquina fiscal mais “coerente”, “rigorosa” e “acima de tudo" com "um conceito de justiça”.
“Este Governo tem usado o sistema de dar com uma mão e tirar com a outra”, afirma o bastonário, dizendo acreditar que “para o ano, na altura da entrega das declarações de IRS, vamos assistir a uma guerra civil”. Domingues Azevedo explica que pessoas com 70 anos não estão aptas para confirmar as faturas na internet e muitos dos contabilistas não o fazem.
No que diz respeito as faturas, o número continua a aumentar mas o bastonário considera que “é uma vergonha o que se passou e continua a passar”, revelando indignação em relação à oferta de um carro na ‘Fatura da Sorte’.
“Preferia que o Governo atribuísse um mérito a quem pede fatura. Porque não um crédito ou dinheiro? Em vez de pagar o carro porque não dar o dinheiro às pessoas?”, sugere o bastonário, que não percebe qual a razão de dar um carro a alguém que não sabe o que fazer com ele e muitas vezes apenas o quer vender.
Fonte: NM