Número total de visualizações de página

quinta-feira, 27 de agosto de 2015

Existe uma coisa pior que a dor. Você sabe o que é?

medo da dor
A antecipação da dor é o que podemos chamar de uma fonte inesgotável de sofrimento. É aquele medo de sentir dor, que na grande maioria dos casos pode acabar sendo pior do que a própria dor.
Quem nunca descobriu que ia ter que tomar uma injeção, ou fazer um exame de sangue, e ficou com os olhos cheios de lágrimas só de pensar na agulha, e chegou lá na hora e foi MESMO só uma picadinha?
Quando a dor promete ser maior, o medo da dor, nem preciso dizer, é maior ainda.
Pessoas que sofrem de condições dolorosas que vem de longa data dizem que isso acontece mesmo. O tal medo da dor pode ser mais incapacitante do que a própria dor.

O que os cientistas têm a dizer sobre isso?

Pesquisadores do Instituto de Inovação Global de Saúde no Imperial College de Londres e do Wellcome Trust Center para Neuroimagem na UCL, ambos na Inglaterra, buscaram compreender os processos fundamentais pelos quais as pessoas antecipam a dor, com a esperança de proporcionar uma nova visão sobre estas condições.
Para isso, eles reuniram 35 voluntários e pediram para que eles escolhessem entre tomar choques eléctricos de diferentes intensidades, e que ocorreriam em momentos diferentes (que eles também poderiam escolher – por exemplo entre “o quanto antes” ou “o mais tarde possível”).
antecipacao dor
Assim, eles descobriram que a maioria das pessoas prefere encarar a dor “o quanto antes” ou aceitar uma dor mais intensa do que adiar esse momento. Uma minoria bem pequena escolheu adiar esse confronto ao máximo.
A partir desse levantamento, eles entenderam que, de uma maneira geral, as pessoas preferem não sofrer com o “medo da dor” – que pode ser pior do que a própria dor.

O tradicional medo de dentista

Eles encontraram resultados semelhantes quando pediram aos voluntários para escolher entre consultas odontológicas imaginárias que envolviam diferentes níveis de dor.
Em 71% dos casos, os participantes escolheram ter a dor mais cedo, mesmo que isso significasse uma dor maior.
De acordo com o Dr. Giles Story, do Instituto de Inovação Global de Saúde, quando as pessoas têm a oferta de uma recompensa, eles preferem tê-la o mais rapidamente possível. Isso poderia significar que experiências futuras são entendidas por nós como menos significativas quando estamos em um momento de tomada de decisões.
Este raciocínio também por sugerir que nós teríamos a tendência de adiar as coisas desagradáveis. Mas não é sempre assim que funciona.
“Nós descobrimos que este não é o caso para a maioria das pessoas. Se a dor não pode ser evitada, a maioria das pessoas escolhe tirá-la do caminho o mais cedo possível, mesmo que isso signifique uma dor pior”, explica o Dr. Giles Story.
Fonte: hypescience

7 celebridades que são ótimas na última coisa que você imaginaria

Geralmente, é difícil que as pessoas sejam muito boas em coisas completamente diferentes, como fazer contas matemáticas e escalar enormes montanhas. Elas podem ser capazes de fazer as duas coisas, mas não em um nível igualmente bom, certo?
Mas existem exceções. Algumas celebridades dominam habilidades que nada têm a ver com o motivo pelo qual são conhecidas. Por exemplo…

7. O astrofísico Neil deGrasse Tyson foi um bom lutador

celebridades 7-
Você provavelmente conhece o astrofísico Neil deGrasse Tyson, parte dessa raça rara de cientistas talentosos quase sobrenaturalmente inteligentes que ao mesmo tempo não são intimidantes. No entanto, o carismático Tyson também já foi um lutador.
celebridades 7
Ele começou a lutar no ensino médio e não desistiu do esporte durante a faculdade. Tyson lutou competitivamente até quando estava fazendo doutorado, mesmo que isso significasse sacrificar o seu tempo livre. Para mostrar o nível de compromisso que ele tinha com ambas as coisas – astrofísica e luta -, o cientista chegou a tentar criar uma nova técnica de luta baseado em um fenômeno de mecânica orbital. No entanto, o movimento nunca deu certo.

6. Arnold Schwarzenegger foi um empresário rico

celebridades 6-
Você provavelmente assume que Arnold Schwarzenegger é o cara mais sortudo da história. Ele se mudou para Hollywood em 1968 e, mesmo mal sabendo falar Inglês, tornou-se um fisiculturista famoso e, posteriormente, uma estrela de cinema no mundo todo.
No entanto, no momento em que Schwarzenegger conseguiu seu primeiro papel no cinema, em meados dos anos 1980, ele já estava indo muito bem por si só. Como? Sendo um gênio dos negócios.
Aos 21 anos e com quase nada no bolso, Schwarzenegger saiu da Áustria e começou uma empresa de alvenaria com um amigo na Califórnia. Só que eles não a comercializaram como uma simples empresa de alvenaria; eles afirmaram ter habilidades especiais europeias. Dessa forma, o grupo de super-homens musculosos podia cobrar mais, mesmo que não fizessem nada de diferente de qualquer outro negócio de pedreiro.
celebridades 6
Schwarzenegger combinou o dinheiro que ganhou dessa forma com o que recebia de competições de fisiculturismo para criar um negócio de vendas por correspondência pelo qual oferecia camisetas, livros, suplementos e fotos de seus bíceps. Os lucros foram investidos em propriedades.
Quando ele apareceu em seu primeiro filme, “Hércules em Nova York”, aos 22 anos, estava nos EUA há apenas um ano e já era um milionário.

5. O comediante e satírico político Jon Stewart representou os EUA no futebol

celebridades 5-
Antes de tirar sarro de figuras políticas proeminentes, o comediante americano Jon Stewart seguiu uma carreira no futebol. Ele queria ser um jogador profissional como Pelé, e provavelmente teria conseguido se não tivesse quebrado o joelho. Sua antiga equipe no College of William & Mary tem um prêmio em sua homenagem, o Leibo (baseado em seu verdadeiro nome, Leibowitz), concedido ao jogador que “melhor afeta a atitude e moral da equipe”.
celebridades 5
Stewart era tão bom que representou os EUA nos Jogos Pan-americanos em São Paulo, no Brasil, e sua equipe chegou às finais. Mas, então, sua promissora carreira foi interrompida, e ele foi forçado a se contentar com a vida como um comediante rico e famoso.

4. Vencedor do Oscar Sean Connery foi um fisiculturista profissional

celebridades 4
Diga o que quiser sobre Sean Connery, não se pode negar que, na maior parte do mundo, ele é visto como um dos atores mais ilustres de todos os tempos. Durante sua longa carreira, ele conseguiu fazer uma imagem de um homem muito elegante.
Por isso mesmo é estranho ver essa imagem, que mais parece anúncio de filme pornô leve:
celebridades 4-
Connery, na década de 1950, concorreu ao título de Mister Universo e ficou em terceiro lugar. Durante este tempo, o cara que já foi James Bond aparentemente viveu exclusivamente da firmeza de suas nádegas, uma vez que também posou como modelo vivo para aulas de arte.
Seus músculos oleados podem não ter lhe rendido o título de Mister Universo, mas como prêmio de consolação, alguém na competição o convenceu a participar do casting para uma produção, que acabou sendo o lançamento de sua carreira de 50 anos.

3. O ator Jason Lee é uma lenda do skate

celebridades 3
O ator americano Jason Lee, mais conhecido por fazer comédias, como “My Name Is Earl”, também é uma figura importante em uma área totalmente diferente: ele foi um dos primeiros skatistas profissionais a ter um sapato nomeado em sua homenagem.
No final da década de 1980, Jason foi um dos pioneiros do esporte quando este ainda era algo que só as pessoas profundamente irresponsáveis faziam. Lee é muitas vezes creditado tanto por inventar ou aperfeiçoar a manobra “flip 360”, quanto por adolescentes em todos os cantos do mundo quebrarem seus ossos tentando imitá-lo.
Lucrando com este sucesso, Lee e um amigo começaram a lendária Stereo Skate Company, se tornando um sinônimo do esporte, como a marca Rip Curl é para o surf. Mas talvez a parte mais impressionante disso tudo é que, mesmo com a idade madura de 40 e poucos anos, ele ainda é muito bom com o skate:

2. Paizão da TV, ator Ed O’Neill é faixa preta em jiu-jitsu brasileiro

celebridades 2
Por duas gerações, Ed O’Neill tem sido conhecido para os telespectadores como um “pai mal-humorado” na TV. Ele fez dois seriados com esse papel, “Married With Children” e mais recentemente “Modern Family”.
Por conta dessa imagem que temos dele, é difícil imaginar O’Neill, que parece não ter energia para sair do sofá, fazendo isso:
Mesmo com mais de 60 anos, Ed consegue dominar um oponente usando seu conhecimento de especialista em jiu-jitsu brasileiro, que ele pratica há mais de duas décadas. Mais: ele aprendeu jiu-jitsu com a própria famíliaGracie, uma família de lutadores brasileiros de ascendência escocesa e um dos grupos mais lendários em artes marciais. Se a vida fosse um filme de kung fu, eles seriam os velhos mestres sábios no topo de uma montanha – e deram pessoalmente uma faixa preta para esse cidadão com cara de bunda mole.
O’Neill teve pelo menos 12 aulas particulares com Hélio Gracie, um dos fundadores da disciplina, e cujos filhos veem o ator como um irmão. Em outras palavras, ele é basicamente realeza das artes marciais – além de pai mal-humorado em séries de televisão.

1. Estrela do rock Rod Stewart é muito bom em ferromodelismo

celebridades 1--
Rod Stewart, a estrela do rock, revelou há alguns anos que curte modelos de trens e cidades. Você pode assumir que ele montou um trenzinho ou dois, mas quando Rod Stewart curte algo, ele realmente se empenha:
celebridades 1-
celebridades 1
Esse é apenas um vislumbre do enorme conjunto de 38 metros de comprimento que ocupa a maior parte do terceiro andar da sua mansão em Hollywood. E, sim, ele construiu tudo sozinho, com suas próprias mãos. Mais: ele fez isso enquanto estava em turnê, levando todo o material junto com ele para todos os cantos.
Não há muitas fotos do minimundo de Stewart porque ele não abre suas portas para a maioria das equipes de filmagem. Ele mostrou sua obra apenas para uma única revista, Model Railroader. Seu título oficial, segundo a Associação Nacional Americana de Ferromodelismo, é “Master Model Railroader”, algo como “máster ferromodelista”. 
fONTE: HYPESCIENCE

Investimento em Évora "é exemplo" de confiança dos investidores

O vice-primeiro-ministro, Paulo Portas, considerou hoje que o investimento de 30 milhões de euros da Mecachrome em Évora, numa fábrica de componentes metálicos para a aeronáutica, é exemplo da crescente confiança dos investidores em Portugal.



"Eu, que acho que o caminho se faz andando, já ganhei o dia porque este é um investimento importante, gera postos de trabalho, é feito no interior de Portugal, traz tecnologia e fomenta exportações", realçou.

Segundo Paulo Portas, que discursava no salão nobre da Câmara de Évora, na cerimónia de apresentação oficial do projeto da Mecachrome Aeronáutica, a nova fábrica que vai ser construída na cidade alentejana é sinal de que o país está a trilhar "um caminho com mais confiança e mais investimento".
"Se as pessoas não tiverem confiança não investem e o investimento é a condição para criar emprego. Porque é o investimento, tanto nacional como estrangeiro, que pode fazer toda a diferença na aceleração do crescimento económico e na recuperação do emprego. E é isso que vai acontecer aqui em Évora", disse.
O vice-primeiro-ministro, que visitou o Alentejo pela segunda vez em três dias (na terça-feira esteve em Beja e Vidigueira), considerou "importante" que "o país saiba que há muita gente, neste momento, a decidir investir" e "a ponderar se investe em Portugal".
"E a solicitar o apoio das agências públicas para concretizar os investimentos e, por isso mesmo, acho que o Governo deve dar todo o seu apoio na facilitação desta atração de investimento", continuou.
A Mecachrome Aeronáutica, empresa portuguesa da multinacional francesa Mecachrome, liderada pelo português Júlio de Sousa, pretende arrancar já em setembro com as obras de construção da fábrica em Évora, estimando que em setembro de 2016 a unidade possa iniciar a produção.
Paulo Portas lembrou que esta é a segunda vez que a empresa investe em Portugal, pois, já tem a funcionar, desde setembro de 2014, uma outra fábrica em Setúbal, igualmente vocacionada para o setor aeronáutico.
"Só acredita [uma] segunda vez quem testou e bem as qualidades que os portugueses têm para produzir e trabalhar" e serem "um exemplo para o mundo do ponto de vista do seu brio profissional", argumentou.
Também o presidente da Câmara de Évora, Carlos Pinto de Sá (CDU) saudou o projeto da Mecachrome, que disse ser "estruturante para a região e para o país".
Questionada pela Lusa, a Mecachrome revelou que, até final de 2016, ano de início da laboração, prevê criar cerca de 350 postos de trabalho em Évora, estimando ainda que, até final de 2020, esse número ascenda a cerca de 600 trabalhadores.
Com 75 anos de existência, a multinacional francesa tem entre os seus clientes as construtoras aeronáuticas Airbus e a Boeing e conta com 15 fábricas em cinco países (França, Canadá, Tunísia, Marrocos e Portugal), em três setores de atividade: automóvel, energia e aeronáutica.
Fonte: NM

Novo estatuto da PSP aprovado em Conselho de Ministros

A PSP chegou a elaborar uma greve de zelo às multas para demonstrar o descontentamento com a falta de aprovação às alterações ao Estatuto Profissional. Em relação ao estatuto da GNR, ainda nenhuma decisão foi tomada.



O novo estatuto da PSP foi esta quinta-feira aprovado em Conselho de Ministros. Depois de várias negociações e alguns protestos, os polícias conseguiram que o Estatuto Profissional fosse aprovado.

Em causa estava o memorando assinado entre o Ministério da Administração Interna (MAI) e quatro sindicatos da PSP, no qual tinha ficado estabelecido que os polícias mantinham as 36 horas de trabalho e passavam a ter uma nova tabela remuneratória, que permitiria um aumento de salário até 50 euros. Além disso permitia que a passagem à pré-aposentação passasse a ser automática aos 55 anos de idade e 36 anos de serviço, e a reforma aos 60 anos sem qualquer penalização.
Em conferência de imprensa, após a reunião do Conselho de Ministros, a ministra da Administração Interna, Anabela Rodrigues, referiu que "foram cumpridos todos os procedimentos previstos para a Polícia de Segurança Pública (PSP). Devemos sublinhar e enaltecer o importante papel desempenhado por todos aqueles que contribuíram com o seu trabalho de uma forma positiva para alcançar um conjunto de soluções possíveis, que se traduzem neste estatuto de pessoal".
"Foi ainda aprovado um decreto-lei que clarifica os regimes transitórios à passagem de situação de reserva e reforma aplicáveis aos militares da GNR prevendo-se que a aplicação das regras transitórias tenham os mesmos termos que as Forças Armadas", frisou a ministra, garantindo que deste modo se porá um ponto final a "uma situação que gerava desigualdade entre o tratamento dos militares da GNR e das Forças Armadas".
Para Anabela Rodrigues, a aprovação é um sinal positivo de empenho por parte do Governo. "O Governo está a dar um sinal muito forte à população de que está muito empenhado. Com este diploma ganha sobretudo o país e a segurança do país".
Quando questionada sobre o Estatuto da GNR, a ministra explica que "logo que foi possível foi desencadeado o processo com vista à analise desse estatuto, com a preparação de uma proposta inicial, com a apresentação, a discussão com as associações sindicais e a proposta enviada para processo legislativo. Durante este processo surgiram algumas questões. Este processo ainda não foi concluído no âmbito de Conselho de Ministros".
"Neste momento não há condições para se concluir", termina. 
Fonte: NM

"Deixem de lado as questiúnculas e polémicas"

Em visita oficial a São Brás de Alportel, no Algarve, o Presidente da República realçou que espera que “os portugueses não pensem que o Algarve é só praias e mar”.



Foi à margem de uma visita ao concelho de São Brás de Alportel, no Algarve, que Cavaco Silva abordou as eleições legislativas e formação do futuro governo, salientando que espera maior abertura ao diálogo entre os partidos e que o fim do período de férias facilite o esclarecimento dos eleitores.

“Congratulo-me com o facto de que até este momento se tenha verificado serenidade da parte dos diferentes partidos, sem agressividades verbais”, afirmou o Presidente da República, acrescentando que o que se espera agora é que as candidaturas “se empenhem na informação e no esclarecimento” dos eleitores.
Na fase que se aproxima, o fim de período de férias permite aos portugueses estarem “mais predispostos para acolher as mensagens e esclarecimentos das diferentes forças partidárias", precisamente numa fase em que “os candidatos vêm para as ruas, vão contactar com mais portugueses”, algo que permitirá o maior esclarecimento que deseja.
Aos partidos, Cavaco Silva faz ainda um apelo: “deixem de lado as questiúnculas e as polémicas”, afirmou, acrescentando que espera “que o diálogo e a abertura ao compromisso seja algo que entre na cultura dos partidos do nosso país”.
Para o futuro, mais concretamente o pós-eleições e consequente formação de um novo governo, Cavaco Silva considera que “quando terminam as eleições, cada um faz as suas concessões”, afirmou, explicando que “o que vai ser executado pelo Governo” não é um programa de partido “mas o que resulta da junção das diferenças dos programas de cada um deles".
“É assim que deve ser. É assim que se faz nos outros países”, concluiu.
Fonte: NM

A maioria dos tubarões avistados na Madeira é "inofensiva"

A maioria dos tubarões que se avistam junto à costa na Madeira são da espécie caneja, inofensivos para humanos e raramente com mais de um metro, informou hoje o diretor do Departamento de Ciência da Câmara do Funchal.



"É normal e frequente, sobretudo quando as águas estão mais calmas, o avistamento de tubarões caneja, que é uma espécie costeira", esclareceu o biólogo Manuel Biscoito à agência Lusa, depois de duas praias na zona leste da ilha terem sido interditadas esta semana durante algum tempo devido à presença daqueles peixes.

Manuel Biscoito realçou que o conhecimento científico disponível não permite afirmar que há um aumento do número de tubarões nos mares da Madeira, do mesmo modo que também não são conhecidos relatos de ataques a pessoas, como acontece nos Estados Unidos, África do Sul, Austrália ou até mesmo em Cabo Verde.
"O que podemos dizer é que há mais pessoas a usufruir do mar e das atividades náuticas e, como tal, verifica-se um aumento do número de reportes de avistamentos", sublinhou.
O biólogo esclareceu, no entanto, que existem na Madeira espécies oceânicas potencialmente perigosas, como o tubarão branco, o tubarão azul ou o marracho, que, por vezes, se aproximam da costa. Estes tubarões podem atingir quatro metros de comprimento e pesar mais de 200 quilos.
A presença do tubarão martelo é também comum nos mares da Madeira, sobretudo nas extremidades da ilha (Ponta do Pargo e Ponta de São Lourenço). Mais raros, mas ainda assim presentes, são o tubarão frade (que pode atingir 10 metros) e o tubarão baleia (que facilmente chega aos 20 metros), embora a sua fonte de alimento seja o plâncton.
A diretora da Estação de Biologia Marinha Funchal, Mafalda Freitas, confirmou que a maior parte dos avistamentos de tubarões junto à costa são de caneja, mas alertou para o facto de, embora inofensivos, estes serem animais selvagens, pelo que não se deve promover a interação com eles.
Mafalda Freitas advertiu ainda para a importância de as pessoas informarem a Estação de Biologia Marinha sempre que avistarem um tubarão junto à costa, de modo a ajudar os técnicos na identificação das espécies e na construção de uma base de dados sobre a matéria.
"Precisamos, principalmente, da ajuda dos operadores turísticos, centros de mergulho e atletas de desportos náuticos", realçou.
Fonte: NM

"Dedico a vitória à minha irmã e agradeço o apoio dos portugueses"

Atleta regressa a Portugal com uma medalha conquista na China depois de um período muito duro onde recuperou de uma lesão. Dedicou vitória à irmã e aos portugueses.



Nelson Évora brilhou esta quinta-feira ao garantir a medalha de bronze no triplo salto durante os Mundiais de Pequim, tendo partilhado o prémio com todos os portugueses e com a irmã.

"Esta vitória é dedicada à minha irmã. Tivemos um ano bastante duro, só nós sabemos o que passámos. Foi uma pessoa incansável e por isso tenho de dedicar esta medalha a ela, por ter sido o meu pilar nestes momentos mais difíceis que passei. E quero também aproveitar para agradecer a todos os portugueses por todas as mensagens e vídeos que enviaram. Obrigado Portugal", afirmou em declarações à RTP.
O atleta, que passou por um longo período de recuperação de uma lesão, mostrou-se feliz com a conquista.
"O importante era fazer o meu melhor aqui e fiz, ganhei uma medalha. A competição foi muito dura, mas lutei até ao fim. Estou feliz por ter sido assim. Foi isso que tanto o meu treinador como os meus amigos e família me pediram para fazer", acrescentou: "É importante festejar estas vitórias com as pessoas que gostam de nós".
Fonte: NM